Em auxílio ao setor cultural, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, desenvolveu quatro editais para auxiliar agentes e proprietários de espaços culturais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Somados os editais, o repasse total será de R$ 4.186.480,70. O edital SMC nº 10/2020, que prevê repasse para bolsas de pesquisa, estudo e criação, teve resultado preliminar divulgado no Diário Oficial. 

Foram selecionadas 85 propostas entre 93 inscrições. Os beneficiados receberão verba no valor de R$ 3.900,00 cada para darem andamento nos trabalhos em prol de variadas áreas culturais.

O edital ficou aberto por 15 dias, e a definição dos trabalhos aprovados foi feita mediante classificação da Comissão Técnica de Seleção. Da decisão caberá recurso à Secretária Municipal de Cultura, mediante protocolo por e-mail, no endereço eletrônico: [email protected], no prazo de dois dias corridos. O resultado será homologado até o próximo dia 30 de novembro. 

Na mesma data, deverá ser divulgada a lista de selecionados no edital SMC nº 8/2020, com montante de R$ 1.285.880,70 voltado para projetos culturais diversos que possam ser transmitidos pela internet ou disponibilizados por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Na última semana, foi divulgada a relação de 34 selecionados no edital SMC nº 9/2020, de reconhecimento de trajetórias e iniciativas. O valor a ser repassado a cada um dos 34 selecionados é de R$ 5 mil. 

Edital de subsídio

Para o edital SMC nº 11/2020, de subsídios mensais, o cadastramento está aberto desde 7 de outubro e segue até 31 de dezembro, no Portal da Prefeitura. O subsídio mensal será pago para os espaços artísticos e culturais com cadastro validado pela Secretaria Municipal de Cultura e Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) e homologados pelo Comitê Gestor Municipal das ações emergenciais da Lei Aldir Blanc. 

O cadastramento vai auxiliar na análise dos principais aspectos da cadeia produtiva do setor para a construção de indicadores culturais e a elaboração de novas políticas públicas para o segmento. Os cadastros já validados e homologados podem ser consultados nas Resoluções do Comitê Gestor Municipal, também publicadas no site.