O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – CBMMG localizou o corpo da terceira vítima de uma cabeça d’água na Cachoeira da Cascatinha, em Capitólio, a 276 km de Belo Horizonte.

 

Jardian Resende Correa, de 23 anos, estava entre o grupo de banhistas que foi surpreendido pelo aumento no fluxo de água na cachoeira no último sábado (2). Ele estava hospedado em um hotel da região, mas não retornou após o incidente. Assista o momento do fenômeno no vídeo abaixo!

Helen Cristina e Elayla Chagas, moradoras de Oliveira, a 150 km de Belo Horizonte, morreram no local e foram localizadas no mesmo dia. A localização do corpo de Correa demandou três dias de trabalho dos militares.

No total, 19 pessoas foram carregadas pela correnteza. No sábado (2), além dos dois corpos, o Corpo de Bombeiros resgatou 16 pessoas com vida, sendo 11 delas por helicóptero.

Cabeça d’água

O fenômeno ocorre quando chove na cabeceira de um rio, ampliando rapidamente o fluxo de água e fazendo o nível da água subir muitos metros em poucos segundos. A cabeça d’água é mais recorrente durante o período chuvoso, e o maior número de vítimas é registrado durante o verão, quando as cachoeiras são mais visitadas por banhistas.