Um grupo de empresários do setor de comércio estão realizando uma manifestação em frente à Prefeitura de Ituiutaba. O que teve início por volta das 14h é contra a decisão publicada no decreto publicado no último dia 15 de fechar os serviços considerados não essenciais na cidade, desde a última quarta-feira (17).

Representantes da manifestação estão em reunião, neste momento, com o secretário municipal de governo Conrado Henrique.

O decreto, entre outras medidas, suspende o funcionamento de todas as atividades não essenciais no Município. Poderão funcionar: farmácias; supermercados; açougues; padarias; feiras livres; lojas de conveniência; depósitos de água mineral; pet shops; postos de combustíveis; distribuidoras de gás (delivery); oficinas e borracharias; restaurantes e serviços de alimentação; agências bancárias e lotéricas; casas agropecuárias; lojas de tecnologia da informação; lojas de construção civil; setores industriais; serviços médicos e hospitalares.

Restaurantes, pizzarias, lanchonetes e demais serviços de alimentação somente poderão funcionar via delivery ou para entregas no balcão. Já os estabelecimentos localizados nas imediações de rodovias poderão prestar atendimentos presenciais das 6h às 23h.

Estará proibida a comercialização de bebidas alcoólicas de segunda a sexta-feira das 18h às 6h. Já nos finais de semana e nos feriados não será permitida a venda de bebidas.