Áudio sobre fechamento de “tudo por 15 dias a partir de segunda-feira” é falso

Conteúdo viralizou nas redes sociais desde o início da manhã desta quinta-feira, 4, após o governo do Estado ter criado a nova fase do Minas Consciente, gerando desinformação e vinculando uma suposta reunião no Conselho Tutelar, que não ocorreu em Ituiutaba

Com o aumento das restrições anunciadas ontem, 3, pelo governo de Minas Gerais para as macrorregiões Triângulo do Norte e Noroeste muitas dúvidas surgiram com relação às novas regras impostas aos municípios considerados em maior dificuldade com relação à Pandemia da Covid-19, como é o caso de Ituiutaba e Uberlândia.

Anúncio

Em meio as alterações e com o acréscimo de mais uma fase no Plano Minas Consciente, surgiram nesta quinta-feira, 4, notícias falsas que estão sendo disseminadas nas redes sociais, causando desinformação aos internautas. Em uma das postagens fortemente divulgadas nos grupos dos tijucanos hoje, uma mulher afirma ter participado de uma reunião no Conselho Tutelar, com a presença de membro da Secretaria Municipal de Saúde e diz que tudo ficará fechado por tudo dias a partir da próxima segunda-feira, 8, o que não procede.

O próprio Conselho Tutelar de Ituiutaba divulgou uma nota para combater a notícia falsa e informou que tal áudio em nada se relaciona com a instituição. Leia abaixo!

Autenticando

O áudio que circula nos grupos das redes sociais é falso e, além de desinformação, gera insegurança e faz com que as pessoas saíam de suas residências, por exemplo, para efetuarem compras de mantimentos com receio de desabastecimento gerado através do conteúdo, gerando aglomerações nos estabelecimentos e dúvidas tanto para clientes, quanto para comerciantes. Não há previsão para o fechamento total, o denominado “lockdown”, no plano apresentado pelo Governo de Minas, apesar do endurecimento das restrições por conta do iminente colapso do sistema de Saúde.

Esse é mais um Autenticando, quando do Regionalzão que busca checar a veracidade de publicações feitas nas redes sociais.

Onda roxa

As regras para as cidades que estiverem na onda roxa incluem a proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscara de proteção, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado; a proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares; a proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam; além da realização de qualquer tipo de evento público ou privado que possa provocar aglomeração, ainda que respeitadas as regras de distanciamento social.

Nessa fase, só será permitido o funcionamento de serviços essenciais e a circulação de pessoas fica limitada aos funcionários e usuários desses estabelecimentos. O deslocamento para qualquer outra razão deverá ser justificado e a fiscalização será feita com o apoio da Polícia Militar.

São considerados serviços essenciais:
Setor de alimentos (excluídos bares e restaurantes, que só podem via delivery);
Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias etc.);
Bancos;
Transporte Público (deslocamento para atividades essenciais);
Energia, Gás, Petróleo, Combustíveis e derivados;
Manutenção de equipamentos e veículos;
Construção civil;
Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);
Lavanderias;
Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;
Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.)

Ituiutaba

A expectativa é de que a Prefeitura de Ituiutaba emita posicionamento oficial com orientações à população sobre as mudanças trazidas a partir da vigência da onda roxa, o que deve ocorrer nas próximas horas.