Pai pede ajuda para comprar o alimento especial da filha em Uberlândia

Anúncio

Pai pede a população que doe para ele comprar o alimento especial. A garota possui paralisia cerebral e se alimenta unicamente pelo leite Trophic Infant que a Prefeitura de Uberlândia não está repassando

André e Isabelle, a garota possui paralisia cerebral e precisa de doações para ingerir alimento especial – Foto: André Rodrigues/Divulgação

Uma garota de 10 anos que tem paralisia cerebral, precisa de doações para se alimentar de um leite em pó específico para ingerir. O pai da menina Isabelle se chama André Rodrigues e trabalhava no setor de eventos mas se encontra desempregado por conta da pandemia.

Anúncio

De acordo com o pai, a filha tem paralisia cerebral desde quando nasceu e comia alimentos batidos pelo liquidificador, entretanto, com o passar dos anos, o organismo não consegue mais engolir os alimentos e vai para os pulmões – tanto que o pai disse que ele teve pneumonia algumas vezes. Tanto que ele fazia broncoaspiração.

O estado de saúde da garota, agravou e foi necessária uma traqueostomia e toma o alimento pela sonda. Devido a orientação da nutricionista da prefeitura, a dieta da menina está restrita apenas ao leite Trophic infant, que de acordo com o pai, custa R$90 em média.

O pai finaliza dizendo que o estado de saúde de Isabelle é delicado e a prefeitura de Uberlândia não está dando o leite especial, por conta disso o genitor pede as pessoas que doem para ele comprar as latas enquanto a prefeitura não der o suplemento.

Para saber mais entre em contato com André Rodrigues pelo Whatsapp:34 99146-3687

Veja mais:

Corpo de Bombeiros lança campanha beneficente em Uberlândia

Juntos por Uberlândia lança campanha para criar novos leitos de combate a Covid-19

Anúncio