Mulher engole invólucros de maconha e acaba flagrada ao entrar com drogas no Presídio de Ituiutaba

Ela havia sido presa por tráfico e confessou a tentativa de traficar no presídio quando foi informada pelos policiais penais que passaria por exames médicos; equipes de saúde encontraram invólucros com maconha nas partes íntimas e no estômago da paciente

Anúncio

Mais uma tentativa de tráfico de drogas no interior do Presídio de Ituiutaba acabou frustrada. Uma mulher, admitida como presa da unidade prisional, confessou o crime aos policiais penais ao ser informada que passaria por exames médicos. As diligências tiveram início na última quinta-feira, 1°, e somente foram encerradas no início dessa semana, uma vez que a presa necessitou de cuidados médicos até evacuar toda a droga que havia engolido no intuito de concretizar o plano.

A assessoria de inteligência do Presídio de Ituiutaba tem monitorado a admissão de presas por conta da informação de que tentariam acessar o presídio portando substâncias ilícitas, introduzidas nas partes íntimas ou mesmo engolidas. Recentemente, o Regionalzão noticiou caso semelhante, quando uma mulher grávida acabou flagrada na mesma situação.

Anúncio

Os policiais penais se depararam com uma presa que foi admitida por flagrante de tráfico ilícito de drogas e, durante conversa informal sobre sua prisão, ao ser informada que ela seria encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento Municipal de Ituiutaba – UPAMI para passar por exame médico, espontaneamente confessou ter engolido várias porções de maconha e que o propósito seria evacuar ou vomitar a substância no interior da cela em que fosse alojada.

Ao ser submetida a exame na unidade de saúde foram retirados, das partes íntimas da presa, sete invólucros de maconha. Ela passou por exames complementares, onde foi constatada a presença de vários corpos estranhos em seu estômago. A mulher permaneceu em acompanhamento médico onde evacuou 20 invólucros de formato ovalado de maconha. Ao pesar todo o material ilícito, se chegou a quantidade aproximada de 150 gramas de maconha, que foram apreendidas.

Os policiais penais fizeram o registro do Boletim de Ocorrência e, posteriormente, apresentaram a mulher na Delegacia da Polícia Civil de Minas Gerais – PCMG para lavratura do auto de prisão em flagrante.