Municípios retiram vacinas na GRS; MS não contemplou Canápolis, Ipiaçu e Santa Vitória com doses para segurança pública

Remessa enviada pelo Ministério da Saúde foi entregue à Gerência Regional de Saúde e repassada aos município da região do Pontal do Triângulo Mineiro nesta terça, 6. Três cidades não foram contempladas, nesse momento, para vacinação das forças de segurança

Os municípios que integram a Microrregião de Saúde sob responsabilidade da Gerência Regional de Saúde – GRS de Ituiutaba, fizeram a retirada de mais uma remessa de doses das vacinas contra a Covid-19 na manhã desta terça-feira, 6.

Anúncio

De acordo com informações repassadas pelo diretor da GRS, Rafael Mendes Ferreira da Luz, nessa nova remessa enviada pelo Ministério da Saúde, os municípios de Canápolis, Ipiaçu e Santa Vitória não foram contemplados com doses voltadas aos profissionais das forças armadas, em virtude de critérios técnicos do próprio Ministério. “Já os municípios que foram contemplados, como Ituiutaba, por exemplo, receberam um quantitativo ínfimo, uma vez que o objetivo dessa remessa é destinar, em quase sua totalidade, para as segundas doses”, explicou.

Confira abaixo o quantitativo disponibilizado aos municípios:

Coronavac (primeira dose)

Cachoeira Dourada: 10 (D1)
Campina Verde: 20 (D1)
Canápolis: 10 (D1)
Capinópolis: 10 (D1)
Centralina: 10 (D1)
Gurinhatã: 10 (D1)
Ipiaçu: 10 (D1)
Ituiutaba: 80 (D1)
Santa Vitória: 10 (D1)

Coronavac (segunda dose)

Cachoeira Dourada: 110 (D2)
Campina Verde: 1070 (D2)
Canápolis: 480 (D2)
Capinópolis: 710 (D2)
Centralina: 550 (D2)
Gurinhatã: 400 (D2)
Ipiaçu: 250 (D2)
Ituiutaba: 5230 (D2)
Santa Vitória: 1010 (D2)

Astrazeneca (segunda dose)

Cachoeira Dourada: 10 (D2)
Campina Verde: 60 (D2)
Canápolis: 30 (D2)
Capinópolis: 40 (D2)
Centralina: 20 (D2)
Gurinhatã: 20 (D2)
Ipiaçu: 20 (D2)
Ituiutaba: 260 (D2)
Santa Vitória: 100 (D2)