Cemig divulga campanha com condições especiais de parcelamento de contas

Além das condições especiais de parcelamento, clientes baixa renda inscritos na Tarifa Social de Energia Elétrica já estão sendo beneficiados com a suspensão do corte até 30 de junho

0
Anúncio

Em função do agravamento da pandemia da Covid-19 e da dificuldade financeira em que muitas famílias mineiras se encontram, a Cemig está realizando uma série de ações em benefício dos clientes da companhia fortemente impactados pela crise.

A Cemig suspendeu os cortes por inadimplência dos consumidores de baixa renda cadastrados no Programa de Tarifa Social de Energia (TSEE) e está oferecendo parcelamento das faturas em atraso, que poderão ter seu valor dividido em até 24 parcelas mensais, sem juros, nas condições acessíveis no portal www.cemig.com.br.


A suspensão dos cortes para os beneficiados com a TSEE foi adotada pela companhia e pelo Governo de Minas Gerais desde o agravamento da pandemia no estado, e será mantida até o dia 30 de junho.

Atualmente, a Cemig possui mais de 900 mil famílias cadastradas na TSSE em todo o estado, que são beneficiadas com redução no valor da tarifa de energia, de acordo com a quantidade de kwh consumidos. No Portal Cemig é possível encontrar todas as informações de cadastramento para ser beneficiado com a TSEE.


“As condições excepcionais, diante do momento em que vivemos, possibilita a essas famílias a retomada em seu fluxo de pagamentos, com isenção de juros de financiamento”
, afirma o gerente de Arrecadação e Adimplência da Cemig, Wellington Cancian.

Prestadores de serviço e pequenos comércios

Atenta também à necessidade de apoiar a classe comercial e os prestadores de serviços, duramente afetados pela pandemia, a Cemig está oferecendo condições de parcelamento especiais. Portanto, restaurantes, bares, padarias, casas de material de construção e diversos outros comércios de pequeno e médio porte, além de prestadores de serviços como chaveiros e salões de beleza e estética, por exemplo, poderão solicitar o parcelamento de seus débitos em até 12 vezes iguais e sem juros, desde que tenham a energia fornecida em baixa tensão, ou seja, até 220 volts.

O pagamento também poderá ser realizado por meio de cartão de débito ou de crédito (neste caso, mesmo que exista financiamento ativo), também em 12 parcelas iguais e sem juros .

Como fazer o parcelamento

As opções de parcelamento estão disponíveis no portal da companhia (www.cemig.com.br) ou por meio de contato pelo WhatsApp (31 3506-1160), onde o cliente de enviar um “Oi” e escolher a opção “Parcelar Meus Débitos”. A empresa orienta para que os clientes prefiram os canais digitais, que são uma forma rápida e segura para efetivar a negociação.

Pelo portal Cemig, basta realizar o login, selecionar a instalação que possui débito em aberto e, posteriormente, o serviço “Segunda Via e Pagamento de Contas”. Em seguida, o cliente poderá verificar se existe a opção de seleção de débitos e a possibilidade de realizar o pagamento com a utilização de cartão de crédito ou débito.

Outra informação importante: continua, até o dia 30/04, a parceria entre a Cemig e o sistema de cashback (dinheiro de volta) PicPay, que dá a possibilidade de, ao parcelar as contas de luz, ainda ter retorno de parte do dinheiro pago. As condições podem ser conferidas no site da Cemig.

Além das opções citadas, há também um telefone específico para o parcelamento de débitos: 0800-721-7003, que atende das 9 às 21 horas, de segunda a sexta-feira, e das 9 às 15 horas, aos sábados. “Contudo, é importante que os interessados consultem as condições de parcelamento e dêem preferência aos nossos canais digitais, onde as condições são mais facilitadas”, destaca Cancian.