Saiba como agir caso seja necessário solicitar o corte de árvores em Ituiutaba

Corte (supressão) exige liberação e a poda pode ser feita sem autorização da pasta do Meio Ambiente, mas exige o uso de técnicas adequadas

0
Anúncio

O cidadão residente em Ituiutaba que necessitar realizar a poda ou o corte de árvores deverá seguir alguns procedimentos para garantir a legalidade da atividade. Em terrenos particulares, não é necessária a autorização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente para a execução da poda, porém, é necessário o uso de técnicas adequadas, por isso, o trabalho precisa ser feito por um profissional habilitado. Em vias públicas (exceto calçadas residenciais), praças e locais semelhantes, quem realiza a poda das árvores é a Secretaria Municipal de Obras.

Já para a realização do corte é obrigatória à obtenção da autorização emitida pela pasta do Meio Ambiente. A secretaria retomou o procedimento das emissões das autorizações para supressão de vegetação na zona urbana do município, mediante cobrança de uma taxa de compensação ambiental que será revertida em projetos e ações ambientais voltados para o município.

Para as autorizações de corte de até dez árvores, a Secretaria de Meio Ambiente emitirá a taxa de compensação no valor de 3.95 Unidades Ficais do Município – UFMs para cada árvore. Para autorizações acima de dez árvores o valor da taxa de compensação será de 2 UFMs para cada uma delas.

Valor da UFM 2021

Cada Unidade Fiscal do Município – UFM 2021 custa, atualmente, pouco mais de R$ 3,79 (três reais e setenta e nove centavos), conforme decreto 9.534 de 29 de setembro de 2020.

Para obtenção da autorização, o requerente deve seguir os procedimentos abaixo:

Autorização de supressão para até 10 árvores

Será preciso procurar a Secretaria Municipal de Meio Ambiente para preencher o Requerimento Padrão (modelo próprio disponível no local). Com o requerimento preenchido, o cidadão deverá protocolar o pedido na Secretaria Municipal de Orçamento e Finanças, situada na Avenida 17, n° 1084, no Centro.

Na formalização do processo administrativo, também será preciso apresentar os documentos necessários e pagar a Taxa de Expediente emitida pela Secretaria Municipal de Orçamento e Finanças, cujo valor no ano de 2021 é de R$ 5.69 (cinco reais e sessenta e nove centavos).

Documentos necessários

RG e CPF ou CNH;

Comprovante de endereço: água ou IPTU;

Documento oficial que comprove que o requerente é o proprietário do imóvel: matrícula, escritura ou IPTU;

Contrato de locação (caso o imóvel seja alugado);

Procuração do proprietário, caso o requerente não seja o dono do imóvel (modelo disponível na Secretaria de Meio Ambiente).

Após a análise do processo, a Secretaria de Meio Ambiente emitirá a Taxa de Compensação Ambiental e a Autorização para Supressão de Vegetação.

Autorização de supressão para acima de 10 árvores

O requerente deverá protocolar o pedido na Secretaria Municipal de Orçamento e Finanças.

Na formalização do processo administrativo, o requerente deve apresentar os documentos necessários e pagar a Taxa de Expediente emitida pela Secretaria Municipal de Orçamento e Finanças, cujo valor no ano de 2021 é de R$ 5.69 (cinco reais e sessenta e nove centavos).

Documentos necessários

Ofício com a justificativa para a supressão, contendo telefone e e-mail para contato;

Levantamento Vegetativo, constando todas as espécies, nome científico, nome popular, coordenadas geográficas, volume do material lenhoso em metros cúbicos (lenha e/ou madeira);

Informar a destinação final do material lenhoso (lenha e/ou madeira);

Mapa ou croqui do imóvel;

Arquivo digital da poligonal de supressão em KML, o qual deverá ser enviado para;

Pessoa Física: RG e CPF ou CNH;

Pessoa Jurídica: Contrato Social e documentos pessoais do(s) sócio(s);

Documento oficial que comprove que o requerente é o proprietário do imóvel: matrícula, escritura ou IPTU;

Contrato de locação (caso o imóvel seja alugado);

Procuração específica, caso o requerente não seja o proprietário do imóvel.

Após a análise do processo, a Secretaria de Meio Ambiente emitirá a Taxa de Compensação Ambiental e a Autorização para Supressão de Vegetação. Vale ressaltar que cortar árvores sem autorização é crime ambiental, sujeito a penalidades. O profissional que realiza o corte ou a poda deve possuir registro na categoria e a Licença de Porte do Equipamento.