Domingo, 22 de Maio de 2022
13°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Ituiutaba

Ituiutaba tem mais 62 mil veículos em circulação e deve estar em alerta quanto a poluição atmosférica

Ituiutaba tem mais 62 mil veículos em circulação e deve estar em alerta quanto a poluição atmosférica

06/01/2016 às 12h09
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Ituiutaba terminou o ano de 2015 com uma frota superior a 62 mil veículos em circulação, de acordo com estatísticas do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Destes, 26 mil são automóveis e quase 24 mil motocicletas e motonetas. O número de carros não param de crescer no país. Com o aumento da frota, o Brasil já tem um automóvel para cada 4,4 habitantes. São 49,6 milhões de veículos do tipo. Há dez anos, a proporção era de 7,4 habitantes por carro. Conforme o levantamento mensal do Denatran, em janeiro de 2015, há exatamente 1 ano atrás, Ituiutaba contava com 58.017 veículos em circulação. Houve um aumento de 4 mil veículos, o correspondente a quase 7%. Segundo dados do IBGE são 238 carros para cada mil habitantes tijucanos. Um dos maiores problemas que uma cidade enfrenta com o aumento da quantidade de veículos em circulação, é a questão da poluição atmosférica. Os problemas ambientais gerados pela poluição do ar nas cidades brasileiras são as fontes industriais e as veiculares. Sendo que a principal fonte de poluição atmosférica ainda é o monóxido de carbono produzido pela frota de veículos, cujo crescimento resultou do desenvolvimento da indústria automobilística. O monóxido de carbono emitido por veículos leves é responsável por 68,4% total desta fonte. Entre os gases emitidos pelos veículos, o monóxido de carbono é o mais conhecido, pela quantidade produzida e pelos efeitos sobre a saúde humana. O monóxido de carbono dificulta o transporte de oxigênio no organismo, prejudicando o funcionamento do sistema nervoso, respiratório e cardiovascular. É perigoso deixar o motor funcionando em local fechado, pois o motor consome oxigênio e libera gás carbônico, monóxido de carbono e outros gases tóxicos. Aspirar monóxido de carbono causa tonturas, vertigens e pode até matar por asfixia. O mais perigoso é que a pessoa não percebe que está se intoxicando, porque o monóxido é incolor, não tem cheiro nem gosto. Daí a importância da ventilação em túneis, garagens, oficinas e locais fechados onde haja veículos com o motor ligado. A poluição torna o organismo vulnerável a resfriados e doenças alérgicas de todo o tipo. Ardência nos olhos, náuseas e dificuldade de respirar podem ser sinais de que o ar está poluído demais.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.