Segunda, 27 de Junho de 2022
15°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar PC

PC surpreende criminosos na zona rural e evita o que poderia ser um latrocínio

PC surpreende criminosos na zona rural e evita o que poderia ser um latrocínio

19/02/2016 às 21h05
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

No início da noite da última quarta feira, 17/02, a Polícia Civil de Minas Gerais realizou uma operação na zona rural de Santa Vitória, em que foi libertada a refém Juraci Auxiliadora de Santana Freitas, que era mantida em cárcere privado por suspeitos de assalto na fazenda que é proprietária.

Após um período de investigações e monitoramentos à quadrilhas especializadas em roubos a fazendas na região, a Policia Civil chegou a informação de que ocorreria um assalto na região dos Patos. Com isso, várias equipes se dirigiram ao local, onde passaram a averiguar as diversas fazendas lá existentes.

Ao chegarem na Fazenda Corredeira, os policiais se depararam com um veículo suspeito, um VW/GOL de cor prata, com as placas cobertas de barro. Assim que adentraram na sede da fazenda, os policiais foram recebidos a tiros por quatro indivíduos que lá se encontravam.

Iniciou-se então uma intensa troca de tiros entre os policiais civis e os suspeitos de assalto, que conseguiram fugir se embrenhando em uma mata nos fundos da casa. A vítima foi encontrada amarrada e encapuzada no interior da residência, tendo sido resgatada sem qualquer ferimento.

Na fuga, os indivíduos levaram uma arma de fogo pertencente à família da vítima, e deixaram no local o veículo por eles utilizado, tendo sido encontrado em seu interior roupas, celulares e documentos. Após a ação, um o cerco foi realizado na mata em que eles entraram e, também, o monitoramento da rodovia e estradas vicinais que a margeiam.

Na manhã de quinta feira, 18/02, com o clarear do dia, foi feita a inserção na mata pelos policiais, e continuaram os monitoramentos à rodovia, tendo sido preso. Assim, conseguiram capturar, caminhando às margens da BR 365, um dos suspeitos do roubo, Fernando Dias Teodoro, o qual confessou ter participado da ação delituosa e, na cidade de Prata, a Polícia Civil realizou a prisão de Augusta Sueli Evangelista Nunes, que emprestou o veículo utilizado na execução do crime.

A Polícia Civil espera realizar a prisão dos demais suspeitos nos próximos dias. Os trabalhos foram realizados por policiais civis da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Ituiutaba, coordenados pelos Delegados de Polícia Leonardo Spínola de Oliveira e Roberta Borges Silva Ferreira.

É importante destacar o trabalho de um policial civil conhecido como Chicão, que voltou ao local um dia depois da ação e procurou a arma insistentemente em um córrego até encontrar. A arma foi encontrada cerca de 50 metros abaixo de onde havia sido jogada. [vc_row][vc_column width="1/1"][gallery_post_embed gallery="81896"][/vc_column][/vc_row]
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.