Sábado, 18 de Setembro de 2021
25°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Liberação

Liberação de voto contra Dilma no Congresso é avaliado pelo PMDB

Liberação de voto contra Dilma no Congresso é avaliado pelo PMDB

10/03/2016 às 11h41
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

Com aval do vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (RR) e parte da ala oposicionista do PMDB na Câmara costuram um documento que defende a liberação dos membros do partido na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff e de todas as matérias que a legenda decida por não fechar questão, inclusive as da pauta econômica. O documento será apresentado na convenção nacional do partido, neste sábado, 12, e aparece como uma alternativa mais branda à proposta de desembarque imediato do governo, defendida pela ala mais radical da legenda e que vem crescendo conforme a data da convenção se aproxima. Deputados da ala oposicionista estiveram na tarde desta quarta-feira, 9, com Temer, presidente nacional do PMDB. Disseram, contudo, que não chegaram a abordar o assunto. A previsão era de que se reunissem com um emissário do vice-presidente da República ainda na noite de ontem para fechar a redação do texto, a cargo do deputado Osmar Terra (RS). Romero Jucá também esteve ontem no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer. Um dia antes, seis peemedebistas antigoverno estiveram com Renan. De acordo com um deles, o presidente do Senado se disse preocupado com a situação atual do País, mas defendeu que este não é o momento de rompimento. "Radicalizamos, mas temos consciência de que é difícil chegar (à aprovação do desembarque). Vamos trabalhar por uma nota de independência. Entendo isso como um passo para o desembarque", disse Darcísio Perondi (RS), um dos articuladores do documento. A saída alternativa não é consenso. Parte da sigla ainda defende o rompimento imediato com o governo federal, com a entrega de cargos e ministérios. "Não existe meio grávida ou meio virgem. Ou se está no governo ou não. Não se consegue construir uma candidatura ocupando cargo. É hora de o PMDB tomar posição. Não somos sócios da crise e o PT quer que a gente assuma este papel", afirmou Lúcio Vieira Lima (BA). No Senado, Valdir Raupp (RO), também defende a entrega de todos os cargos. Via Estado de Minas

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberlândia - MG Atualizado às 09h45 - Fonte: ClimaTempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 36°

Dom 36°C 23°C
Seg 37°C 22°C
Ter 39°C 23°C
Qua 39°C 22°C
Qui 37°C 26°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete