Terça, 28 de Setembro de 2021
19°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Dólar

Dólar amplia queda em reação aos desdobramentos da Lava-Jato e crise política

Dólar amplia queda em reação aos desdobramentos da Lava-Jato e crise política

10/03/2016 às 15h23
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

O cenário político, com os desdobramentos da Operação Lava-Jato somado aos leilões de linha (venda de dólares com compromisso de recompra) realizados pelo Banco Central (BC) e o recuo da moeda norte-americana no exterior refletiram diretamente no câmbio no país. O dólar apresentou, ontem, mais uma queda firme ante o real. A retração foi de 1,04%, com o fechamento a R$ 3,697, o menor valor em mais de seis meses, desde 1º de setembro de 2015. Por trás do movimento seguiu a percepção de continuidade para o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A maior cotação para o dia foi vista logo na abertura, às 9h02 (R$ 3,7492, com alta de 0,30%). Mas em menos de 10 minutos de negociação o dólar à vista já havia migrado para o território negativo, em sintonia com o exterior, onde o avanço do petróleo colocava a moeda norte-americana em queda ante várias divisas de exportadores.

No início da tarde de ontem, os dados do fluxo cambial divulgados pelo BC não chegaram a influenciar de forma duradoura as cotações. Mas chamou a atenção o fato de, em fevereiro, o país ter registrado saída líquida de US$ 9,294 bilhões, sendo US$ 11,231 bilhões pela via financeira, enquanto a comercial acusou entradas de US$ 1,936 bilhão. Foi a maior saída mensal desde dezembro de 2014 e a maior para meses de fevereiro desde o início da série histórica. Neste mês, até o dia 4, o fluxo total está positivo em US$ 994 milhões (US$ 1,715 bilhão pelo financeiro e -US$ 721 milhões pelo comercial). No acumulado do ano, até dia 4, o fluxo está negativo em US$ 6,825 bilhões.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), por sua vez, fechou em queda pelo segundo dia consecutivo, com investidores vendo espaço para realizar lucros. A maior pressão baixista foi da Vale e de grandes bancos, que empurraram o Ibovespa para os 48.665,09 pontos, em uma queda de 0,89%. Na máxima, o indicador marcou 50.001 pontos em alta de 1,83%. Na mínima, caiu 0,98% aos 48.623 pontos.

Com informações de Estado de Minas
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberlândia - MG Atualizado às 03h49 - Fonte: ClimaTempo
19°
Alguma nebulosidade

Mín. 21° Máx. 35°

Qua 36°C 22°C
Qui 35°C 22°C
Sex 36°C 22°C
Sáb 36°C 22°C
Dom 37°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete