Sábado, 27 de Novembro de 2021
19°

Nevoa úmida

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Terremoto

Terremoto no Equador deixou mais de 2 mil feridos e 272 mortos

Terremoto no Equador deixou mais de 2 mil feridos e 272 mortos

18/04/2016 às 09h46
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

O forte terremoto de 7,8 graus de magnitude que atingiu o Equador na noite de sábado (22) deixou, até agora, 272 mortos e 2.068 feridos, segundo o balanço divulgado no domingo (17) pelo presidente equatoriano, Rafael Correa, segundo a France Presse.

O presidente afirmou que o número certamente aumentará de "forma considerável". "Há ainda muitos corpos entre os escombros", afirmou o presidente, que voltou no domingo ao Equador, procedente de Roma.

As equipes de emergência tentavam intensificar nesta segunda-feira (18) a busca de sobreviventes sob os escombros provocados pelo tremor, que deixou um rastro de destruição na costa do país.

Os sobreviventes também procuram de maneira desesperada os parentes desaparecidos.

A ajuda internacional começou a chegar ao país para colaborar nas tarefas de resgate, que prosseguem apesar da falta de energia elétrica em algumas zonas da província de Manabi, na costa oeste, a mais afetada pelo desastre.

O terremoto de 7,8 graus, que foi o mais forte desde 1979, teve uma duração de aproximadamente um minuto e afetou seis províncias da costa equatoriana, de norte a sul.

Em Portoviejo (oeste), uma das cidades mais afetadas, o cenário era desolador: casas destruídas, um mercado desabado, postes de luz caídos nas ruas e escombros espalhados pelo asfalto, onde muitos decidiram passar a noite, ainda abalados pelo forte tremor.

"Foi horrível, é a primeira vez que sinto um terremoto como este, acho que durou um minuto e meio. Parecia que a casa iria cair. Estou surpresa, não imaginava que essa cidade ficaria assim", declarou Bibi Macontos, de 57 anos.

Quase 100 presos fugiram de uma cadeia da cidade, informou a ministra da Justiça, Judy Zúñiga. Segundo a ministra, 30 foragidos "foram recapturados" e "alguns retornaram voluntariamente ao centro penitenciário".

O tremor ocorreu às 19h (21h de Brasília) de sábado (16). Foi também sentido no sul da Colômbia e no Peru, onde até o momento não foram registradas vítimas fatais.

Via G1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.