Sábado, 04 de Dezembro de 2021
28°

Muitas nuvens

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Deputado

Deputado Weliton Prado defende novas eleições e compara Temer a 'vampiro' durante discurso

Deputado Weliton Prado defende novas eleições e compara Temer a 'vampiro' durante discurso

18/04/2016 às 14h58
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

[fbvideo link="https://www.facebook.com/Pon.em.foco/videos/1312952082054381/" width="600" height="400" onlyvideo="1"]

O Deputado Federal Weliton Prado fez um discurso no Plenário da Câmara, neste domingo (17), durante a votação do prosseguimento no pedido de impeachment da presidente da República, representando o seu partido PMB, o qual é o líder na Câmara.

Durante seu discurso o Deputado enfatizou que o Brasil vive um momento de intolerância e de ódio, que não é próprio da cultura do brasileiro. Segundo Weliton é fundamental ressaltar a importância que o primeiro mandato da Presidente Dilma e do ex-Presidente Lula tiveram para o progresso do país, os quais lançaram vários projetos que ajudaram no desenvolvimento da população, entre eles o Prouni, Pronatec, Minha Casa Minha Vida e o Bolsa Família.

Porém, segundo o deputado, o atual mandato da presidente é indefensável, pois todos os avanços que foram conquistados nos três primeiros mandatos do PT, estão retroagindo, como o Projeto Ciências sem Fronteiras, que teve as inscrições suspensas neste semestre, mas já que levou centenas de estudantes das universidades públicas brasileiras para experiências de estudar fora do país. O Deputado, que é de Uberlândia, também falou sobre diminuição das obras do PAC, e citou como exemplo a BR 154 que liga liga Ituiutaba a Campina Verde, mas tem as obras paradas, e a BR 831 conhecida como a "rodovia da morte" que também está com as obras  de duplicação paralisadas, assim como obras em Uberlândia.

O Deputado ainda disse que espera que haja um processo de julgamento para o vice-presidente Michel Temer e para o atual Presidente da Câmara Eduardo Cunha por crime de irresponsabilidade.

Weliton Prado finalizou afirmando que Temer agiu como um "vampiro" e como um vírus que se aproveitou da fragilidade crise e queda de popularidade do governo atual.

“É indefensável o governo da presidente Dilma. E vampiro Drácula aproveita esses momentos para sugar o sangue. É igual vírus. Quando a imunidade baixa, o vírus vai lá e ataca mesmo. Temer viu a oportunidade de atacar. E o vírus já contagiou essa Casa." Afirmou Prado.

Portanto, o Deputado se posicionou a favor de novas eleições por considerar que a presidente Dilma Rousseff não tem mais condições de governar, nem Temer, nem Cunha.

“Cartão vermelho para a Dilma, cartão vermelho para Temer, cartão vermelho para o presidente da Câmara.  O povo não quer nenhum nem outro”, concluiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.