Quarta, 20 de Outubro de 2021
20°

Muitas nuvens

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar SIPRI

SIPRI participa de discussões do Código Florestal

SIPRI participa de discussões do Código Florestal

21/06/2013 às 12h59
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

codigoflorestal

As discussões do Código Florestal Estadual foram trazidas para Ituiutaba na tarde desta quinta-feira, por intermédio dos deputados Estaduais Zé Maia e Romel Anízio Jorge. O assunto é polêmico e levou ao recinto da Câmara Municipal, dezenas de lideranças empresariais e produtores rurais.

Para o presidente do SIPRI – Sindicato dos Produtores Rurais de Ituiutaba, Lindolfo Marques, durante muitos meses vem sendo discutido as divergências entre o Código Florestal do Brasil com o de Minas, e isso deveria ser corrigido, o que agora acontece com a votação do Projeto que altera o código mineiro. “Existem muitos pontos já colocados pelo setor rural, que estará contribuindo para que o produtor trabalhe com segurança, sem a pressão aplicada hoje por diversos órgãos de fiscalização que acabam deixando o produtor sem saber se segue na profissão ou para de plantar”, avalia Lindolfo.

A reunião realizada teve como objetivo discutir o Projeto de Lei 276/2011, que dispõe sobre o Código Florestal Estadual, que está em tramitação na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e tem como relator o deputado Estadual Zé Maia.

“Na oportunidade várias lideranças usaram da palavra e comentaram sobre a necessidade dessa revisão, não só no aspecto rural como nas questões urbanas, e a palavra de ordem é ‘Desenvolvimento com Sustentabilidade”. Dentre os oradores falaram o prefeito de Ituiutaba, Luiz Pedro Correa do Carmo, o presidente do SIPRI, Lindolfo Marques, o deputado Estadual, Romel Anízio Jorge, o vice presidente da Câmara, Wanderson Rodrigues e o representante do secretário Nárcio Rodrigues, Caio Nárcio.

A palestra foi proferida pelo assessor Técnico de Florestas, Henrique Augusto Reis, da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que mostrou aos presentes as principais características do projeto apresentado em discussão na ALEMG. Henrique pontou alguns itens que são considerados importantes por parte dos produtores, mas mostrou que o que se discute é bem mais amplo que apenas os pontos do agronegócio.

Para os deputados Zé Maia e Romel Anízio Jorge, a sustentabilidade com o respeito à produção de alimentos devem ter parâmetros legais que dê tranquilidade para que todos possam trabalhar na sua atividade de tantos anos.

Muitas perguntas foram feitas pelos presentes e várias sugestões foram oferecidas ao projeto, e serão levadas para análise da relatoria.

“Foi sem dúvida um grande passo dado para que o Código Estadual seja aprovado mantendo a sustentabilidade, não só que meio ambiente como do trabalhador do campo”, finalizou Lindolfo.

Vários diretores do Sindicato, bem como vereadores e lideranças políticas de toda região acompanharam atentos ao evento que lotou a Câmara de Ituiutaba.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.