Sábado, 29 de Janeiro de 2022
21°

Poucas nuvens

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Justiça

Justiça Eleitoral cassa mandato de vereador reeleito em Iturama

Justiça Eleitoral cassa mandato de vereador reeleito em Iturama

14/11/2016 às 11h26
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

O Ministério Público Eleitoral (MPE), em Iturama/MG, instaurou investigação contra o vereador eleito para a legislatura 2017-2020, Ricardo Oliveira de Freitas “Ricardo Baiano” (PR), por suposta compra de votos durante as eleições municipais de 2016.

A sentença foi dada no final da tarde desta quinta-feira, 10 de novembro, pelo juiz eleitoral da comarca de Iturama, Dr. Roberto Bertoldo Garcia, que concluiu que “Ricardo Baiano”, atual vereador de Iturama, presidente da Câmara e reeleito para o próximo mandato, não poderá ser diplomado em 01 de janeiro, ou seja, ele teve seu futuro mandato cassado. Ricardo obteve 435 votos.

Além de perder o direito de ocupar por mais quatro anos uma cadeira na Câmara Municipal de Iturama/MG, Ricardo Baiano ainda foi condenado a pagar uma multa no valor de 15.000 UFIR’s, o que equivale hoje, cerca de $45 mil reais.

O vereador poderá recorrer da sentença.

De acordo com a Lei das Eleições (lei 9.504/1997), a compra de voto se caracteriza se o candidato “doar, oferecer, prometer, ou entregar, ao eleitor, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza”, mesmo quando não há pedido explícito de votos.

Confira a  nota da decisão:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.