Sábado, 29 de Janeiro de 2022
21°

Poucas nuvens

Uberlândia - MG

Chega

Chega a dez o número de mortes em decorrência das chuvas em Minas

Chega a dez o número de mortes em decorrência das chuvas em Minas

14/12/2016 às 16h55
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

formatfactoryimage

Ao todo Minas já teve 1.941 desalojados, 223 desabrigados, 18 feridos, 665 casas danificadas, 61 casas destruídas, 31 obras de infraestrutura danificadas e 18 obras de infraestrutura destruídas.

Com três novas vítimas entre terça (13) e esta quarta-feira (14), Minas Gerais já registrou pelo menos 10 mortes no período chuvoso. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) confirma sete mortes, conforme boletim divulgado nesta manhã. Outras três mortes ocorreram em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta quarta e ainda não foram oficializadas.

Nesta madrugada, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, foram encontrados os corpos de uma mulher de 35 anos e de seu filho, de 6, que tiveram a casa atingida por um barranco e uma árvore. A reportagem completa pode ser lida AQUI. Já na terça, uma adolescente de 13 anos morreu no bairro Conjunto Felicidade, na região Norte da capital mineira, após ser arrastada por uma enxurrada e ficar presa sob um carro, juntamente com sua irmã de 10 anos, que segue internada em estado grave.

As outras quatro vítimas do período chuvoso neste ano foram na cidade de Resplendor, na região do Rio Doce. No dia 18 de novembro, no distrito de Nicolândia, houve um aumento no volume do córrego Santa Rita que culminou em uma inundação abrupta. As vítimas, uma mulher de 42 anos e três homens de 46, 64 e 73, foram surpreendidas pela força da enxurrada quando tentavam sair de suas casas que eram inundadas.

Até o momento oito municípios já decretaram situação de emergência por conta das precipitações, sendo eles Santo Antônio Jacinto, Itaobim e Pedra Azul, todas na região do Jequitinhonha e Mucuri; Itueta, Marilac, São Geraldo da Piedade e Resplendor, no Rio Doce; e Manga, que fica no Norte do Estado.

Outras nove cidades registraram eventos adversos relativos à chuva, mas não chegaram a decretar situação de emergência. Foram elas: Conselheiro Lafaiete, na região Central; Carlos Chagas, no Jequitinhonha e Mucuri; Aimorés, Conselheiro Pena, Itanhomi, Açucena e Governador Valadares, todas no Rio Doce; e, na Zona da Mata, as cidades de Além paraíba  e Dona Eusébia.

Ao todo Minas já teve 1.941 desalojados, 223 desabrigados, 18 feridos, 665 casas danificadas, 61 casas destruídas, 31 obras de infraestrutura danificadas e 18 obras de infraestrutura destruídas.

Via: O Tempo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.