Domingo, 23 de Janeiro de 2022
25°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Estupros

Estupros de menores crescem 13% em Minas

Estupros de menores crescem 13% em Minas

26/07/2017 às 09h13
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Após dois anos seguidos de queda, as tentativas e os casos consumados de estupros de crianças e adolescentes em Minas Gerais aumentaram 13%. A comparação foi feita entre os cinco primeiros meses de 2017 e o mesmo período de 2016. Os números remetem ao caso do prefeito de Baldim, João Antônio de Trindade, preso nesta semana acusado de trocar mensagens de cunho pornográfico com um adolescente de 16 anos, e à segunda fase da Operação Glasnost, deflagrada ontem pela Polícia Federal (PF). Foram presas 30 pessoas suspeitas de participar de uma grande rede de pedofilia em 14 estados, inclusive Minas Gerais, e também com atuação em outros países. Apreensão Em Montes Claros, no Norte do Estado, um universitário está entre os investigados. Agentes estiveram na casa do estudante de engenharia florestal, onde foram apreendidos equipamentos de informática que serão submetidos à perícia para identificar o possível armazenamento de fotos e/ou vídeos ilegais. Segundo o delegado Pedro Dias Santos, o estudante apresentou-se tranquilo e confessou ter recebido e compartilhado material pornográfico de crianças. O suspeito não foi preso porque não houve flagrante. Somente os advogados do universitário foram à delegacia. A investigação é um desdobramento da operação realizada em 2013. “Basta derrubar um pedófilo que conseguimos chegar a toda rede. Pois eles agem com ‘moeda de troca’, ou seja, só recebe um material se enviar outro com o mesmo assunto”, destacou o delegado. Santos afirmou que o estudante teria repassado imagens obscenas de diversas crianças a outras pessoas, mas as vítimas não puderam ser identificadas. Baldim Leandro Diniz Campos, advogado do prefeito da cidade, na região Central de Minas, informou que ainda não teve acesso ao processo e, por ser segredo de Justiça, mesmo que já tivesse lido a acusação não iria se pronunciar. Já a Prefeitura de Baldim publicou nota de esclarecimento no Facebook e informou que o prefeito é acusado de crime de natureza pessoal, que nada tem a ver com a administração pública. Acesso A titular da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, Iara França, reconhece que os casos de abuso sexual de crianças e adolescentes em Belo Horizonte têm aumentado, mas acredita que isso ocorre em função do acesso à rede de proteção. “Pelo o que a gente vivencia aqui na delegacia, notamos que têm aumentado porque mais pessoas estão denunciando. Hoje, mais pessoas que não estão envolvidas no núcleo familiar têm coragem de denunciar”, explica. Compartilhadores de pornografia infantil têm perfis diversos A segunda fase da Operação Glasnost, que combate a exploração sexual de crianças e o compartilhamento de pornografia infantil na web, prendeu 27 pessoas em flagrante e três em custódia preventiva. “Foram presos estudantes com 19, 20 anos de idade, foi preso um homem de 80 anos de idade em flagrante. Professores, médicos, pessoas muito simples com condição financeira precária, pessoas com a condição financeira muito favorável. Qual o perfil (dos pedófilos)? Não existe perfil”, afirmou o delegado Flávio Augusto Palma Setti, da PF. A investigação teve como base o monitoramento de um site russo utilizado como uma espécie de “ponto de encontro” de pedófilos do mundo todo, e resultou na identificação de centenas de usuários, brasileiros e estrangeiros, que compartilhavam pornografia infantil na internet, bem como de diversos abusadores sexuais e produtores de pornografia infantil, tendo sido identificadas, ainda, diversas crianças vítimas de abuso.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.