Quinta, 09 de Dezembro de 2021
17°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Polícia

Polícia Civil prende suspeito de abusar sexualmente da enteada de 11 anos em Ituiutaba

Polícia Civil prende suspeito de abusar sexualmente da enteada de 11 anos em Ituiutaba

04/10/2017 às 17h23
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Investigado por estupro de vulnerável foi preso preventivamente pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Ituiutaba, Antônio Alves da Silva, 44 anos. Ele é acusado de abusar sexualmente da enteada, de 11 anos, desde os seus 6 anos de idade. O mandado de prisão foi cumprido na manhã desta quarta-feira (4), pela equipe da Delegacia de Atendimento à Mulher, à Criança e ao Idoso. O fato chegou ao conhecimento da PCMG, no último dia 29 de setembro, por meio do Conselho Tutelar da cidade. “De imediato instauramos o inquérito para apuração, determinando que se procedesse às oitivas de testemunhas e da vítima”, contou o Delegado Regional, Carlos Antônio Fernandes. A criança também foi encaminhada ao Posto Médico Legal (PML) para realização de exame de corpo de delito, sendo constatado a conjunção carnal. De acordo com a Delegada Daniela Diniz Medeiros, as investigações apontam que a criança era abusada por parte do padrasto há cerca de cinco anos, sendo que os fatos se davam quando a mãe da menina saía para trabalhar, deixando a filha com o padrasto. “Os fatos vieram à tona quando a vítima resolveu relatar os abusos a uma profissional da escola onde estuda que, por sua vez, procurou os órgãos competentes para adoção das providências cabíveis”, contou. De posse de todos os levantamentos e provas, a Autoridade Policial representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida. De imediato, os policiais civis realizaram diligências e a medida foi cumprida horas depois da sua decretação. O investigado foi encaminhado ao Sistema Prisional e encontra-se à disposição da Justiça. (Via Ascom PCMG)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.