Sábado, 25 de Setembro de 2021
30°

Nuvens esparsas

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Garoto

Garoto de programa acusado de homicídio é condenado a 28 anos de prisão em Uberlândia

Garoto de programa acusado de homicídio é condenado a 28 anos de prisão em Uberlândia

28/12/2017 às 17h16
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

O garoto de programa, Thiago de Matos Ferreira, acusado de assassinar Guilherme Duarte Pagotto durante um encontro sexual em 2016, foi condenado a 28 anos de prisão em regime fechado. O segundo réu no processo, David Tiago Antônio Pereira, foi sentenciado a dois anos de reclusão por ocultação de cadáver.

A sentença foi proferida na última semana pelo juiz da 2ª Vara Criminal da comarca de Uberlândia, Joemilson Donizetti Lopes.

De acordo com o processo, o crime ocorreu em outubro de 2016, no Bairro São Lucas, depois que o réu combinou o encontro com a vítima por um aplicativo. Durante as investigações, a Polícia Civil informou que Guilherme Pagotto também era garoto de programa e houve um desentendimento quando a vítima não teria aceitado pagar pelo encontro sexual.

O autor confessou à polícia que estrangulou Pagotto até a morte e que também tinha a intenção de roubar a vítima. Ele recebeu a pena de 26 anos de prisão pelo crime de latrocínio, dois anos de reclusão por ocultação de cadáver e 135 dias-multa.

O advogado Márcio Alexandre Ferreira, que foi nomeado pelo Judiciário de forma emergencial para fazer a defesa do segundo réu do processo, pontuou que a acusação era baseada apenas na declaração do delegado de Homicídios que conduziu o inquérito na época e que o cliente deveria ser absolvido dos crimes por causa da ausência de provas.

Além de pedir a absolvição de David Tiago Antônio Pereira, o jurista solicitou que o cliente fosse isentado das despesas do processo, uma vez que não tinha condições financeiras viáveis e, legalmente, teria direito aos benefícios da Justiça Gratuita.

O juiz entendeu, na sentença publicada em 19 de dezembro, que não ficou comprovada a participação do réu na morte de Guilherme, tampouco a intenção de roubar a vítima, e acabou absolvendo o réu da acusação de latrocínio. A condenação foi mantida para a ocultação de cadáver, cuja pena será cumprida em regime aberto.

Consta nos autos que Thiago de Matos Ferreira foi representado pela Defensoria Pública.

Com informações do Portal G1

Relembre o caso:

http://pontalemfoco.com.br/ocorrencias/familia-procura-por-jovem-que-desapareceu-apos-marcar-encontro-por-aplicativo-de-celular/
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberlândia - MG Atualizado às 18h22 - Fonte: ClimaTempo
30°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 36°

Dom 35°C 22°C
Seg 34°C 21°C
Ter 35°C 21°C
Qua 36°C 22°C
Qui 37°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete