Sábado, 25 de Setembro de 2021
29°

Nuvens esparsas

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Com

Com concessão, pedágio entre Uberlândia e Araguari custará R$ 2,50

Com concessão, pedágio entre Uberlândia e Araguari custará R$ 2,50

19/09/2013 às 15h47
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Correio de Uberlândia BR-050 terá seis pontos de pedágio entre Minas e Goiás

O anúncio nesta quarta-feira (18) do Consórcio Planalto como vencedor do leilão para exploração de concessão do trecho de 436,6 km da BR-050 nos Estados de Minas Gerais e Goiás revelou que o pedágio entre Uberlândia e Araguari custará média de R$ 2,50, enquanto o valor entre Uberaba e Uberlândia será média de R$ 3,50. Ao todo, são seis pedágios espalhados por todo o trecho, cujos valores distintos são definidos pela distância entre um e outro ponto ao se considerar o valor de R$ 0,04534 para cada km rodado.

Pedágio entre Uberlândia e Araguari será instalado no km 52 (Foto: Marcos Ribeiro)

Esse valor para cada km foi o que garantiu a vitória do Consórcio Planalto, formado por nove empresas do ramo de construção e engenharia, no leilão realizado ontem, na sede da Bovespa, em São Paulo. Isso porque a proposta representa uma queda de 42,38% em relação ao teto de R$ 0,0787 por km fixado no edital da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Formado recentemente, o grupo não tem tradição no setor de concessões e disputou o certame contra outros sete consórcios e empresas. Com o resultado, venceu concorrentes conhecidos no país, como CCR, Ecorodovias, Arteris, Triunfo, Odebrecht e Queiroz Galvão. “O consórcio é formado por empresas experientes. Fizemos vários estudos para chegar a esse valor competitivo”, disse ainda ontem à imprensa uma das representantes do consórcio, Letícia Queiroz de Andrade.

Para poder explorar os pedágios, inclusive os que estão próximos de Uberlândia, o consórcio ainda precisará duplicar ao menos 10% de 218,5 km de pista simples do trecho da BR-050 localizado entre Cristalina (GO) e a divisa com Minas Gerais, conforme exigência do edital. Todo o restante já está duplicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Outro critério também prevê que o grupo terá que terminar toda essa duplicação em até cinco anos. O prazo de exploração de todo o trecho entre Minas e Goiás é de 30 anos.

Cobrança deve ser iniciada em 2014

A expectativa do Consórcio Planalto é que a cobrança do pedágio nos seis pontos da BR-050 entre Minas Gerais e Goiás seja iniciada ainda em 2014. Segundo representantes do consórcio, a construção de ao menos 10% dos 218 km do trecho da rodovia que faltam ser duplicados deve ocorrer com celeridade, pois o grupo pretende se beneficiar de vantagens que serão fornecidas, conforme contrato, se investirem antes dos prazos fixados.

O contrato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deve ser assinado em dezembro e o trecho assumido no mesmo mês. O Consórcio Planalto é formado pelas empresas Senpar, Construtora Estrutural, Construtora Kamilos, Ellenco Construções, Engenharia e Comércio Bandeirantes, Greca Distribuidora de Asfaltos, Maqterra Transportes e Terraplenagem, TCL Tecnologia e Construções e Vale do Rio Novo Engenharia e Construções.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberlândia - MG Atualizado às 19h02 - Fonte: ClimaTempo
29°
Nuvens esparsas

Mín. 21° Máx. 36°

Dom 35°C 22°C
Seg 34°C 21°C
Ter 35°C 21°C
Qua 36°C 22°C
Qui 37°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete