Domingo, 22 de Maio de 2022
13°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Bancários

Bancários de Uberlândia e Uberaba aderem à greve nacional

Bancários de Uberlândia e Uberaba aderem à greve nacional

20/09/2013 às 11h07
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
  G1 a Os bancários de Uberlândia e Uberaba aderiram ao movimento nacional e entraram em greve na manhã quinta-feira (19). De acordo com os presidentes dos sindicatos da categoria, não há previsão de retorno das atividades até que haja negociação. A classe quer reajuste salarial de 11,8% e a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) é de 6,1%. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários de Uberlândia e região, Edivaldo Dias Cunha, a decisão dos profissionais pela greve ocorreu nesta quarta-feira (18), após assembleia na cidade com a presença de cerca de mil pessoas. Ainda segundo Edivaldo, Uberlândia tem cerca de 1600 bancários e que, em média, mil estão parados. O presidente do sindicato disse que existem 52 agências na cidade e que se alguma estiver funcionando, estão operando de forma precária. “Reuniremos todos os dias em frente à agência da Caixa Econômica Federal situada perto do Fórum para atualizar os bancários sobre as negociações. Na nossa assembleia foi unânime a adesão dos profissionais pela paralização. Estamos abertos à negociação e enquanto não houver acordo não retornaremos”, enfatizou Edivaldo. Já em Uberaba, cerca de 40% da categoria parou as atividades, segundo o vice-presidente do Sindicato dos Bancários na cidade, Reginaldo Palhares. O movimento está concentrado na Avenida Leopodino de Oliveira, na porta da agência da Caixa Econômica Federal (CEF) que funciona parcialmente. A unidade da Avenida Fidelis Reis está fechada. Das nove agências do Banco do Brasil, sete estão fechadas e duas em atendimento parcial.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.