Terça, 28 de Junho de 2022
15°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Sindicato

Sindicato convoca professores estaduais a entrarem em greve até receberem salário

Sindicato convoca professores estaduais a entrarem em greve até receberem salário

10/07/2018 às 09h10
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Em resposta ao escalonamento salarial promovido pelo governo e constante atraso nos pagamentos, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) convocou, novamente, os servidores da educação estadual de Minas Gerais a iniciar uma paralisação na segunda-feira, 9. Os profissionais dizem que só retornarão às atividades após receberem o pagamento da primeira parcela do salário, marcado para sexta-feira. "Não pagou, não haverá retorno dos profissionais da educação ao trabalho", ressaltou o sindicato. A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG) prevê que o prazo de depósito da primeira parcela seja cumprido. Em junho, as atividades nas escolas estaduais ficaram paralisadas por 17 dias e os professores só retornaram após o governo depositar o salário, conforme noticiado. Segundo o sindicato, “o descumprimento contínuo do pagamento dos salários está ocasionando graves prejuízos aos servidores”. O objetivo da paralisação, segundo o Sind-UTE, também é pressionar o governo a mudar sua política de parcelamento dos salários e retomar o pagamento integral no quinto dia útil de cada mês. Desde fevereiro de 2016, o funcionalismo público de Minas Gerais recebe de forma escalonada. O Sind-UTE informou ainda que a Secretaria de Estado de Educação (SEE) foi notificada da decisão na última terça-feira. Procurada, a SEE ainda não se posicionou sobre o assunto. As outras duas parcelas estão previstas para 25 e 31 de julho, segundo a escala de pagamentos divulgada na última sexta-feira pela Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG). Fonte: Estado de Minas
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.