Segunda, 26 de Julho de 2021
(34) 99843-3789
Saúde Minas Gerais

Governo anuncia investimento de R$58 milhões em pesquisa e ciência

Do montante, R$ 28 milhões será destinado à Funed e R$30 mi ao Centro de Tecnologia de Vacinas da UFMG

15/07/2021 14h00
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais

O Governo de Minas Geraisanuncia o investimento de R$ 58 milhões em ciência e pesquisa de tecnologias em saúde no estado, que serão destinados à Fundação Ezequiel Dias (Funed)e à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para estruturação de laboratórios de pesquisa e desenvolvimento.

O objetivo das parcerias firmadas é acelerar o desenvolvimento de vacinas, imunobiológicos e testes de diagnóstico para doenças humanas e veterinárias. Exemplos são câncer, malária, leishmaniose, doença de Chagas, e infecções virais epidêmicas e pandêmicas como zika, chikungunya, dengue e covid-19, contribuindo, assim, para o desenvolvimento socioeconômico do estado de Minas Gerais e do Brasil.

Para o governador Romeu Zema, o aporte coloca o estado na posição estratégica de combate e controle de doenças infecciosas que afetam a vida de milhões de mineiros. “Hoje, Minas Gerais assume o protagonismo na ciência e no desenvolvimento de pesquisa e produção de vacinas, uma vez que estamos estabelecendo infraestrutura inédita em instituições renomadas como UFMG e Funed, que poderão alavancar pesquisas científicas importantes”, afirma Zema.

Os investimentos do Governo do Estado são motivados pela necessidade de avançar as pesquisas na área de saúde para atendimento às demandas de mercado e aplicação de conhecimento científico para a geração de produtos com alto valor agregado destinados à solução de problemas em saúde pública, de forma que o conhecimento gerado pela comunidade científica possa impactar a vida de todos os cidadãos mineiros.

Investimentos na Funed

Os R$28 milhões disponibilizados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig)vão garantir adequações na Unidade V da Funed. Com isso, será viabilizada a transição do desenvolvimento tecnológico para apoio ao desenvolvimento clínico, por meio da produção de lotes de vacinas para estudos clínicos, atendendo os requisitos regulatórios dos órgãos nacionais e internacionais.

Além da produção de lotes piloto de vacinas para estudos, a Fundação também conseguirá atuar, a depender do projeto e da parceria, no desenvolvimento de formulação e preparo para registro do produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Esse investimento viabilizará a implementação de uma das frentes de atuação propostas pela Funed na produção de vacinas, que é a parceria com a UFMG no apoio ao desenvolvimento e posterior produção da vacina spintec.

Expansão do CTVacinas

De forma complementar ao investimento na Funed, o Governo do Estado de Minas Gerais investirá R$30 milhões no projeto de expansão do Centro de Tecnologias de Vacina (CTVacinas), que pertence à UFMG. 

O valor compõe o acordo que foi fechado entre governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI), nesta quarta-feira (14/7), em reunião realizada na Universidade. 

O investimento do Governo de Minas Gerais, sendo R$12 milhões disponibilizados pela Fapemig e R$18 milhões pela Secretaria de Saúde (SES), viabiliza o compartilhamento dos laboratórios e interação em projetos de pesquisa/desenvolvimentoe ntre a Funed e a UFMG, como contrapartida ao valor investido. 

Esses R$30 milhões serão disponibilizados após concretização de investimento de mais R$50 milhões pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). A parceria entre governos estadual e federal totaliza R$80 milhões para a consolidação do Centro Nacional de Vacinas. 

“É uma grande satisfação estarmos contribuindo com o nosso estado e nosso país com esse Centro de Vacinas a partir do trabalho do CTVacinas da UFMG. Agradeço muito o apoio do Ministério de Ciência e Tecnologia e também do Governo de Minas Gerais para que possamos fazer esse trabalho em função da nossa sociedade”, afirmou a reitora da Universidade Federal de Minas Gerais, Sandra Goulart.

CT-Vacinas 

Também presente nas reuniões de negociação, o secretário de Estruturas Financeiras e de Projetos do MCTI, Marcelo Meirelles, afirmou que o CTVacinas é um espaço importantíssimo para o país ter a soberania tecnológica na produção de vacinas. “Essa parceria inédita entre o MCTI, uma universidade e o Governo de Minas Gerais para criação daquilo que o ministro Pontes sempre chama da Oxford brasileira é um passo importante. Nós estamos fazendo história,hoje, por meio dessa parceria para criação desse centro”, avalia Meirelles.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.