Sábado, 27 de Novembro de 2021
19°

Nevoa úmida

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Luto

Após 4 meses de internação, morre em Uberlândia o cientista Luiz Ricardo Goulart

Professor que esteve à frente do desenvolvimento do teste salivar de Covid-19 foi a óbito em decorrência de complicações do coronavírus

25/10/2021 às 16h05 Atualizada em 25/10/2021 às 16h20
Por: Fernando Natálio
Compartilhe:
Foto: Marco Cavalcanti
Foto: Marco Cavalcanti

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) comunicou nesta segunda-feira (25), com pesar, a morte do docente Luiz Ricardo Goulart Filho, 59 anos, ocorrida na tarde deste domingo (24), em Uberlândia, em decorrência de complicações da Covid-19, após quatro meses de internação. O velório aconteceu nesta segunda-feira, de manhã e no começo da tarde, na Funerária Paz Universal, no bairro Brasil.

Goulart nasceu em Uberlândia, em 25 de maio de 1962. Era professor titular da UFU desde 1992, atualmente vinculado ao Instituto de Biotecnologia (IBTEC), e professor adjunto do Departamento de Microbiologia Médica e Imunologia da Universidade da Califórnia-Davis, Estados Unidos, desde 2013.

Graduado em Ciências Biológicas, pela Faculdade Educacional de Machado, e em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras, tinha mestrado em Genética e doutorado em Genética Molecular pela Purdue University, pós-doutorado em Patologia Molecular Médica pela Virginia Commonwealth University (1999) e pós-doutorado em Microbiologia Médica e Imunologia pela University of California Davis (2010), onde também foi professor visitante (2010-2012). 

O cientista era bolsista Produtividade em Pesquisa (PQ-1B) do CNPq e atuava nas áreas de Biologia Molecular e Nanotecnologia, com aplicações para a saúde humana e animal. Suas linhas de pesquisas compreendiam o desenvolvimento de novas moléculas bioativas por meio de tecnologias combinatórias com aplicações diagnósticas e terapêuticas e o desenvolvimento de plataformas nanobiotecnológicas para o aprimoramento de sensores biológicos e sistemas terapêuticos para o controle de doenças humanas, animais e vegetais. 

Entre os trabalhos de destaque, Goulart liderou o desenvolvimento do primeiro sensor biofotônico sem reagentes para o diagnóstico de Covid-19 aplicado em escala mundial e a biópsia líquida para exame de próstata por meio do sangue do paciente. Seu nome aparece entre os cientistas da UFU com maior número de patentes: 69 registros.

Era coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Teranóstica e Nanobiotecnologia (um núcleo de excelência que engloba 16 instituições federais, 30 laboratórios, 11 instituições estrangeiras e 11 empresas, financiado pelo CNPq, Fapemig, Capes e Finep) e do Laboratório de Nanobiotecnologia (associado ao Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias). 

Participava de várias redes de pesquisas: Rede Vírus/MCTI, Rede Brasileira de Pesquisas sobre o Câncer, Rede Mineira de Biotecnologia Aplicada à Agropecuária, Rede Mineira de Genomas, Rede de Pesquisas sobre a Dengue, Rede de Pesquisa em Doenças Infecciosas Humanas e Animais no Estado de Minas Gerais e Centro de Referência Nacional em Hanseníase e Dermatoses Sanitárias. 

HOMENAGENS

"A UFU se sente, hoje, entristecida, enlutada, pelo falecimento do professor Luiz Ricardo Goulart. Um dos cientistas mais proeminentes da UFU, uma referência nacional e também internacional", declarou o reitor DA ufu, Valder Steffen Júnior. Ele destacou o fato de que o cientista dedicou-se ao enfrentamento da pandemia. "Professor Luiz Ricardo foi mais uma vítima da Covid-19. Ele que, de forma tão diligente, com tanta competência, vinha trabalhando em diversos temas diretamente à questão desta pandemia. Particularmente uma pesquisa muito bem sucedida, relacionada a novas formas de testagem da Covid-19." 

Goulart deixa esposa e três filhos, a quem a UFU manifestou seus sentimentos, e também à sua irmã, Isabela Maria Bernardes Goulart, professora da Faculdade de Medicina (Famed/UFU). "Ficam aqui o abraço, os sentimentos, a tristeza da Reitoria da universidade, manifestados à sua esposa Cecília, à família, aos colegas pesquisadores, a toda comunidade universitária", disse Steffen.

A pesquisadora Paula Santos, que fazia parte da equipe de pesquisa de Goulart, falou sobre o longo convívio com o cientista. "Convivi com Luiz Ricardo por 21 anos e o considero mais que um chefe ou professor. O tenho como um pai. Luiz foi um homem de caráter, um filho, pai e esposo carinhoso e dedicado, um chefe gentil, um pesquisador brilhante! Otimista, acreditava na ciência e na inovação. Generoso, recebia de braços abertos a todos que batiam em sua porta. E essa essência ficou em todos que passaram por suas mãos. Seus alunos foram a família que ele construiu."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Uberlândia e região - MG
Uberlândia e região - MG
Sobre o município Acompanhe as principais notícias de Uberlândia e de cidades do centro do Triângulo Mineiro: Araguari, Araporã, Canápolis, Cascalho Rico, Centralina, Indianópolis, Monte Alegre de Minas, Prata e Tupaciguara.
Uberlândia - MG Atualizado às 05h29 - Fonte: ClimaTempo
19°
Nevoa úmida

Mín. 20° Máx. 27°

Dom 29°C 21°C
Seg 29°C 21°C
Ter 26°C 21°C
Qua 28°C 21°C
Qui 28°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete