Sábado, 25 de Junho de 2022
19°

Alguma nebulosidade

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Nos

Nos três primeiros meses de 2014, número de roubos cresce 32% em Minas Gerais

Nos três primeiros meses de 2014, número de roubos cresce 32% em Minas Gerais

25/04/2014 às 17h51
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
image
Apenas no primeiro trimestre de 2014, o número de roubos cresceu 32% em Minas Gerais. O dado foi divulgado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) na tarde desta sexta-feira (25). De janeiro a março, foram registrados 7.958 casos, contra 6.523 em 2013.
Já em relação a homicídios, que também faz parte dos crimes considerados violentos, o Estado teve uma queda de 2,11% no mesmo período. No ano passado, foram 522 ocorrências e, este ano, 511.
Os números ainda mostram que os crimes violentos de estupro e extorsão mediante sequestro também reduziram, sendo de 27,03% e 77,78% respectivamente, levando em consideração os números de março de 2013 e março de 2014. Ao todo, foram 148 estupros em março de 2013 contra 108 no mesmo período deste ano.
No terceiro mês do ano passado, foram contabilizados 18 extorsões mediante sequestro e, neste ano, apenas quatro. Já na comparação do trimestre, os estupros caíram 12,57%, passando de 382 ocorrências para 334, e as extorsões mediante sequestro 23,26%, de 43 para 33 registros.
O secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, ressalta que o recrudescimento dos indicadores de criminalidade, em especial dos crimes contra o patrimônio, é uma tendência em todo o país, mas que todos os trabalhos e investimentos têm sido realizados para garantir a melhora dos indicadores em 2014. “Além da redução da criminalidade, vamos atuar para que haja aumento da sensação de segurança na população, outro indicador muito importante”, afirmou.
* com informações da Seds.
Fonte: Hoje em Dia
 
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.