Sábado, 29 de Janeiro de 2022
22°

Muitas nuvens

Uberlândia - MG

Política Programa

Programa Inventiva 2014 recebe propostas de inventores até a próxima segunda-feira

Programa Inventiva 2014 recebe propostas de inventores até a próxima segunda-feira

10/05/2014 às 12h00
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:

Comissão Especial de Julgamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais terá reunião, no final de maio, para analisar os projetos.

Termina na segunda-feira (12/05) o prazo para encaminhamento de propostas para o Programa de Apoio ao Inventor Independente e Micro e Pequena Empresa ou Empresa de Pequeno Porte (Programa Inventiva), edição 2014. O programa que, todos os anos, estimula o desenvolvimento da inovação tecnológica no Estado, por meio de financiamento e ações de incentivo, é resultado de um convênio de cooperação entre Fapemig, Sebrae-MG, Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e o Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais (BDMG).

O envio das proposições ao Programa Inventiva deve ser realizado pelo sistema Everest. Caso ainda não possua cadastro na Fapemig, o inventor deverá se registrar, no sitema, por meio do campo “novo usuário”. No caso de dúvidas, uma mensagem pode ser enviada para o endereço eletrônico:[email protected]. A primeira reunião da Comissão Especial de Julgamento, da Fapemig, está programada para o final do mês de maio. Aqueles que submeterem propostas após a data-limte, terão o conteúdo analisado somente na próxima reunião da Comissão, que ainda não está agendada. (Clique aqui para acessar o regulamento do Programa Inventiva 2014). Sobre o programa Lançado em 2007, o Programa Inventiva é fruto de uma parceria entre Fapemig, Sebrae-MG, Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e o BDMG. Desde o seu lançamento, já destinou R$ 900 mil para transformar invenções em produtos. A previsão é que o programa apoie 15 novos projetos até o fim de 2014. Na edição deste ano, os subsídios solicitados para o programa terão o limite de R$ 50 mil por proposta elegível. O Inventiva atua com apoio ao empreendedor na construção do protótipo. Os recursos não reembolsáveis permitem que o inventor contrate uma consultoria especializada, desenvolva um design competitivo e finalize pesquisas para a modelagem do protótipo, dentre outras ações baseadas no pedido de depósito de patente.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.