Quarta, 08 de Dezembro de 2021
24°

Muitas nuvens

Uberlândia - MG

Educação Menor

Menor causa pânico e faz reféns em Iturama

Menor causa pânico e faz reféns em Iturama

20/01/2015 às 09h23
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Medo, indignação e pedidos de Justiça levaram mais de vinte pessoas para a porta da Delegacia de Iturama, no Triângulo Mineiro, na noite desta segunda-feira 19 de janeiro. Os manifestantes são, na maioria, vítimas de furto e roubo de um adolescente de 15 anos. Segundo elas, o menor tem causado pânico na cidade e a situação precisa ser resolvida, seja com a apreensão ou internação do garoto. A cidade tem pouco mais de 30 mil habitantes. A mobilização teve início com a moradora Ana Caroline Queiroz Vasconcelos, umas das vítimas do infrator. Segundo ela, o menor invadiu e furtou objetos da casa dela, deixando no local uma faca. “Quando era coisa pequena, a gente até releva, mas a situação chegou a um ponto que é preciso fazer algo urgente. Tenho duas crianças e fico pensando se estivesse lá no momento que ele entrou na casa”, disse. Ainda segundo Ana Caroline, doze vizinhos dela já foram vítimas do adolescente. “Não aguentamos mais isso e resolvemos ir para a porta da delegacia. Estamos reféns de um garoto”, afirmou. A moradora acrescentou que o adolescente está "dominando" a cidade e causando pânico no local. “Ele precisa parar. Isso é ‘doença’. Ele ataca de três a quatro casas por dia e nos últimos tempos já chegou a levar R$ 15 mil em um escritório, R$ 70 mil em jóias de uma moradora, uma moto e até carro”, ressaltou. O Delegado de Polícia Civil Bruno Salmen disse que o adolescente é conhecido por cometer várias infrações na cidade. Ele disse também que o menor é usuário de drogas e antes da manifestação ocorrer ele entrou em mais de cinco casas só nesta segunda-feira (19). “Virou um caos. As vítimas se revoltaram e tentaram pegar ele. Foi um tumulto, mas a Polícia Militar conseguiu apreendê-lo. Ele já foi várias vezes apreendido, mas acaba sendo liberado. O adolescente vem de uma família desestruturada, onde a mãe é viciada e o pai alcoólatra”, comentou.   A intenção, segundo o delegado, é manter o jovem apreendido e apresentá-lo ao Ministério Público nesta terça-feira 20 de janeiro para que as providências sejam tomadas. “Ele não tem noção do perigo e nunca negou nenhuma autoria de crime. Apesar da comunidade ter se revoltado, ninguém ficou ferido ou foi agredido. Nunca havia presenciado algo semelhante aqui. Essa foi uma forma que encontraram para mostrar que estão com medo e indignados com o adolescente solto nas ruas de Iturama”, salientou. O menor já foi internado, mas a clínica onde estava em tratamento encerrou o serviço prestado a adolescentes. “Ele tem uma medida de internação aberta e acredito que essa mobilização vai contribuir para que ele volte para um atendimento especial”, afirmou o delegado. [caption id="attachment_53503" align="aligncenter" width="640"]FormatFactoryfullsizerender Moradores foram para a porta da delegacia pedir justiça (Foto: Eva Santtus/ Divulgação)[/caption]   G1
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.