Sábado, 29 de Janeiro de 2022
22°

Muitas nuvens

Uberlândia - MG

Saúde e Bem-estar Grupo

Grupo de amigos criam site que cadastra doadores de sangue

Grupo de amigos criam site que cadastra doadores de sangue

20/02/2015 às 09h21
Por: Adelino Júnior
Compartilhe:
Quase todo mundo já conheceu ou conhece alguém que precisou de sangue. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue e medula e aumentar o número de doadores em hemocentros de todo o país, os amigos Carlos Defelícibus, Gabriel Ferreira, Gabriel Massote, Leandro Ferreira e Tiago Leite, de Uberlândia, resolveram criar o Salve mais Um. A plataforma (http://www.salvemaisum.com.br), que funciona como rede social, cadastra doadores e receptores em potencial, e dá publicidade à campanhas para mobilizar doações. Lançado há duas semanas, o site já conta com mais de 800 cadastros. Os amigos afirmaram que a ideia surgiu no fim de 2013, a partir da luta do advogado Gabriel Massote por transfusão de sangue e transplante de medula óssea, em decorrência de uma leucemia linfoide aguda diagnosticada em 2011. “Vimos a luta dele, a dificuldade para ele conseguir um transplante e as doações de sangue e pensamos em como fazer com que isso ficasse mais fácil, não só para ele, mas para os outros”, disse o engenheiro civil Tiago Leite. Antes disso, Massote já havia lançado o blog transplantando.wordpress.com, com o mesmo intuito. “Queremos despertar a solidariedade e a mobilização das pessoas.” O administrador Gabriel Ferreira afirmou que a criação do Salve mais Um como ferramenta mobilizadora para elevar a quantidade de doadores em hemocentros teve o objetivo de tornar este processo menos formal.
Nas campanhas institucionais, o engajamento é menor, porque você não conhece as histórias, não se envolve. Com a rede social, as pessoas têm possibilidade de criar campanhas, contarem suas versões. Os doadores acabam se envolvendo mais”, disse.
Até hoje, pessoas de 103 cidades já se cadastraram no site como doadoras e anunciaram campanhas pedindo sangue e medula. “Não imaginávamos que a popularidade do site ocorreria em tão pouco tempo. Nossas expectativas eram de que, em duas semanas, houvesse pelo menos 150 cadastros”, disse Carlos Defelícibus. Hemocentro exige agendamento Mesmo com o cadastramento de potenciais doadores de sangue e medula óssea no site Salve Mais Um, lançado há duas semanas por um grupo de cinco amigos de Uberlândia, o processo de doação de sangue tem aspectos burocráticos do próprio hemocentro da cidade. “É preciso fazer um agendamento, porque não adianta todos chegarem juntos para doar. Estamos tentando melhorar esse agendamento para fazer com que as coisas fluam mais rapidamente para o doador, mas ainda é um projeto”, disse Leandro Ferreira, um dos idealizadores da plataforma. [caption id="attachment_56468" align="aligncenter" width="640"]FormatFactoryNova Imagem Foto: Site SalvemaisUm[/caption]   Correio
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.