Ituiutaba: mulher é presa e multada em mais de R$ 19 mil por maus-tratos contra animal

Além do cão em situação de maus-tratos, no local havia duas aves silvestres

0
Anúncio

Na última segunda-feira, 19, a Polícia Militar de Meio Ambiente em Ituiutaba foi acionada para atender uma denúncia de maus-tratos contra animais em uma residência no município. Clique aqui e acesse conteúdo sobre maus-tratos!

A denúncia noticiava que no local haveria um cão bastante ferido e não tratado, com sarna e dificuldades para andar.

Ao chegar no local da ocorrência, os policiais constataram que o animal apresentava dificuldades de locomoção, membros inchados, feridas abertas, sinais sugestivos para sarna canina, o que o causava visivel desconforto e sofrimento.

Em continuidade, foram encontradas na residência duas aves da fauna silvestre, conhecidas popularmente por “Periquitão Maracanã”, as quais eram mantidas no imóvel sem autorização do órgão competente.

A tutora do animal não apresentou qualquer documento que comprovasse o atendimento e acompanhamento do animal por médico veterinário. Também não havia medicamento na residência para tratar e diminuir o sofrimento do animal.

Foi dada voz de prisão em flagrante delito a autora do fato, que foi conduzida e apresentada à autoridade de Polícia Judiciária para as providências cabíveis.

Como medida administrativa foi lavrada infração com penalidade de multa simples no valor de R$ 19.187,56.

O crime de maus-tratos prevê pena de reclusão de 02 (dois) a 05 (cinco) ano, multa e proibição da guarda. O animal foi encaminhado para atendimento veterinário para tratamento em razão de seu estado físico. As aves foram entregues à autoridade de Polícia Judiciária para as providências cabíveis.