PF cumpre mandado judicial no Ceará em desdobramento de prisão de foragido da justiça de Ituiutaba

A PF investiga a participação de outras pessoas na prática criminosa. Ninguém foi preso

0
Anúncio


A Polícia Federal (PF) cumpriu um mandado de busca e apreensão após investigar um suspeito de receber dinheiro falso por terceiros na cidade de Canindé, no interior do Ceará, na manhã da última segunda-feira (19). A PF investiga a participação de outras pessoas na prática criminosa. Ninguém foi preso. Clique aqui e acesse notícia sobre a prisão do foragido da justiça em Ituiutaba!

Conforme a Polícia Federal, o suspeito é residente de Canindé e, após receber cédulas falsas, repassava o dinheiro como se fosse verdadeiro. Em duas apreensões na mesma cidade, a PF apreendeu R$ 2 mil em cédulas falsas em notas de R$ 100. A PF não informou o valor que foi apreendido nesta segunda.

Um inquérito policial foi instaurado e os suspeitos do crime, caso sejam presos, podem responder ao crime do artigo 289 do Código Penal Brasileiro, por falsificar moeda falsa. A pena pode chegar até 12 anos de reclusão.

Laboratório de cédulas falsas fechado

Em 24 de março deste ano, a Polícia Federal fechou um laboratório de cédulas falsas no distrito de Caponga, município de Cascavel, Região Metropolitana de Fortaleza. Um foragido da Justiça apontado como chefe de organização criminosa foi preso. Segundo a Polícia Federal, o laboratório fechado é considerado um dos maiores de falsificação de cédulas do Brasil.

A ação contou com o apoio da Polícia Militar do Ceará e da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Minas Gerais. O suspeito preso estava foragido da Justiça de Ituiutaba/MG.

Conforme a PF, o preso já teve um outro laboratório de falsificação de cédulas, que foi desarticulado em outubro de 2020, em Minas Gerais, na deflagração da Operação Triângulo das Bermudas.

Fonte: G1