Quase 2,9 toneladas de grãos e 780 litros de combustível foram apreendidos na zona rural de Ituiutaba e Monte Alegre

Ação foi desencadeada pela PCMG e três prisões foram ratificadas após as diligências

0
Anúncio

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu em flagrante três homens, de 37, 39 e 49 anos, pelos crimes de receptação, comércio ilegal de combustível e associação criminosa, na tarde de segunda-feira (19/4), no perímetro rural de Monte Alegre de Minas e de Ituiutaba, Triângulo Mineiro. No curso da ação policial, na BR-365, altura do km 719 e do km 742, a equipe apreendeu quase 2,9 toneladas de cevada e soja, além de aproximadamente 780 litros de diesel e etanol. Também foram apreendidos quatro veículos e uma arma de fogo. Clique aqui e acesse notícia relacionada!

De acordo com o delegado regional em Ituiutaba, Luiz Antônio Minas, a primeira abordagem foi de uma caminhonete, carregada com cerca de 570 quilos de cevada, que havia saído de um estabelecimento comercial às margens da rodovia. “Já possuíamos informações de que esse local seria um ponto de receptação de cargas de grãos, bem como de comercialização clandestina de combustíveis. E durante a nossa intervenção, os suspeitos não apresentaram comprovação de origem dos materiais”, informa.

No estabelecimento, que funciona como restaurante, os policiais localizaram mais 1 tonelada de cevada e 1,3 tonelada de soja a granel, totalizando 2.880 quilos de grãos apreendidos. Ainda, foram arrecadados cerca de 600 litros de diesel e 100 litros de etanol. Já na propriedade rural de um dos investigados, localizada na região, a equipe encontrou outros 80 litros de diesel. Também no imóvel, houve a apreensão de uma espingarda.

Em relação aos veículos, foram apreendidos um caminhão e dois semirreboques, que estavam estacionados no comércio, e a caminhonete na qual estava sendo transportada a carga de grão. Quanto aos presos, dois estavam no automotor abordado e o terceiro trata-se do caseiro da fazenda. “As apurações da Polícia Civil prosseguem para apurar a conduta de outros suspeitos de fazerem parte da associação criminosa investigada”, conclui o delegado.

Os três homens autuados em flagrante foram encaminhados ao sistema prisional, ficando à disposição da Justiça. Uma mulher, também conduzida, foi liberada.